Discurso de transmissão do cargo de Reitor

Boa noite a todos e a todas !

Ao cumprimentar a magnifica Reitora Maria Clara Kaschny Schneider, cumprimento todas as autoridades aqui presentes.
 
Hoje é um dia  especial para o IF-SC e por isso estou muito muito feliz !

É uma grande honra dar posse para a primeira Reitora eleita do Instituto Federal de Santa Catarina.

Tendo ocupado a função de Reitor pro tempore por 5 meses, após ter atuado 4 anos como Diretor de campus, 1 ano como Diretor de Gestão do Conhecimento, 2 anos e meio como pró reitor de Desenvolvimento Institucional sinto-me parte da evolução do nosso instituto nesses últimos anos.

Até 2006 atendíamos apenas 4 cidades catarinenses. Hoje já são 15 atendidas por meio de nossos 19 campi. 

Além disso atendemos mais outras 30 cidades por meio da educação a distância em SC, PR, SP e RS.

O IF-SC tem sido destaque nacional e recebido o reconhecimento do MEC  como um dos melhores institutos federais do país.  Por 4 anos consecutivos recebemos o melhor Índice Geral de Cursos.

E isso é resultado do trabalho de cada um dos nossos servidores docentes e administrativos, bem como do esforço de nossos queridos estudantes.

No final de 2001 ainda éramos Escola Técnica Federal.

Fomos transformados em CEFET-SC em 2002 e em 2008 em Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de SC.

Ainda me lembro que quando ingressei na ETFSC em julho de 1993,
 
A educação profissional era praticamente desvalorizada.

Atualmente, apesar do cenário internacional desfavorável, o país vem se desenvolvendo e incluindo milhões de brasileiros que viviam abaixo da linha de pobreza.
 
E para garantir a sustentabilidade desse momento econômico positivo  precisamos continuar desenvolvendo nossas empresas por meio da INOVAÇÃO.

Para isso será necessário muita pesquisa aplicada e  milhões de profissionais altamente qualificados.

Se a década de 80 ficou conhecida como a década perdida, é muito provável que  a próxima seja conhecida como a década dos sonhos.

Porque estamos abrindo milhões de novas vagas na educação profissional  e em cursos superiores…. teremos mais de 100 mil vagas para intercâmbio de nossos estudantes no exterior, sediaremos as Olimpíadas e a Copa do Mundo. Dois eventos que já vem trazendo grande volume de investimentos e benefícios para a população.
 
E temos o grande desafio de explorar reservas nunca antes imaginadas do pré-sal, que exigirá um esforço impar na nossa história e gerará centenas de milhares de novos empregos.

Nesse contexto, o país nunca dependeu tanto de ciência e tecnologia.

Ela está por trás da invenção do telegrafo, do telefone, da energia elétrica, da refrigeração, do motor, do automóvel, dos aviões, do radio, da televisão, da conquista da Lua, do lançamento de satélites, dos computadores, do projeto Genoma humano, da criação da internet, do desenvolvimento dos computadores e das telecomunicações.. e da extração do petróleo em águas profundas…

Somente em 1971 atingimos um milhão de telefones no Brasil.

Essa marca já havia sido atingida em 1901 nos Estados Unidos.

Isso apesar do Brasil ser um dos primeiros países do mundo a instalar telefones no Rio de Janeiro devido à amizade do imperador Dom Pedro II e Graham Bell.

Ou seja, não basta dominar uma nova tecnologia.

Difícil é torná-la acessível para toda a população.  Nesses 70 anos, imaginem o quanto perdemos por falta de interligação desse nosso país continental.

Hoje, a boa notícia é que temos mais de 200 milhões de celulares em uso no Brasil.  

E somos também um dos países mais conectados à internet do mundo.  

E isso significa que estamos dentro da sociedade do conhecimento em um caminho sem volta.

O Brasil tem o grande desafio de incentivar nossas crianças desde cedo para que elas gostem de ciência e tecnologia.  Porque são as inovações que  transformam os destinos da humanidade.

Em SC,   o IFSC vem fazendo sua parte, ofertando educação profissional e tecnológica pública e de qualidade em todos níveis, desde a formação inicial e continuada até mestrado profissional. 

Por isso, nesse momento tão festivo, só tenho que agradecer.

Inicio agradecendo e parabenizando em nome do IF-SC nosso ministro da educação, Dr. FERNANDO HADDAD, ao ex presidente Lula e a presidente Dilma.
Parabéns a toda equipe da SETEC.

Nunca se fez tanto pela educação profissional em tão pouco tempo.

 São milhões de jovens recebendo novas oportunidades

Agradeço também  a ex senadora Ideli  Salvatti e aos deputados Pedro Czai, Andrino, João Matos, Jorge Boeira, Vinghati e todos os prefeitos onde temos nossos campi.

As emendas parlamentares individuais e coletivas viabilizadas por esses nobres políticos catarinenses, que entenderam a importância da educação profissional, foram decisivas para o desenvolvimento do IF-SC.

Gostaria de agradecer também algumas pessoas com quem tive a honra de trabalhar nos últimos anos.

 Prof. Consuelo, Regina Rogério, Marcelo Silva, Rosângela Cassarotto, Nilva Schoeder e ….. Maria Clara.

 Foi uma honra atuar na equipe da prof Consuelo, que não mediu esforços para garantir a interiorização do IF-SC. Se dependesse dela teríamos um campus em cada cidade catarinense.

Agradeço especialmente à servidora Regina Rogério, o lado mais racional da gestão e que esteve atuando nos bastidores de forma discreta e competente por anos como vice-diretora geral e vice reitora de fato. 

 
À Prof. Rosângela,  incansável na gestão dos recursos financeiros do IF-SC.

 Ao Prof. Marcelo Silva, que representou tão bem o IF-SC na expansão e na pró-reitoria de extensão e relações externas.

 À Nilva Schroeder, uma apaixonada pela educação profissional que foi uma referência nacional na pró-reitoria de ensino.

 Destaco também que foi uma honra ter trabalhado ao lado da prof. Maria Clara,
que é sem duvida a pessoa hoje mais bem preparada para ocupar o cargo de Reitora do IFSC.

Muito obrigado a toda equipe do Gabinete – Sandra, Sônia, Ana, Adriana, Pricila, Jean e Rogério. Obrigado ao Rangel, Caio, Ernani, Waléria, Volnei e Raquel.

Obrigado a todos os demais servidores da REITORIA e dos campi pelo carinho e incentivo que recebi nesses 5, 6 meses.

Obrigado ao prof. Prata, uma referência sempre presente em minha carreira e na minha formação como engenheiro. 

Suas frases: tempo é uma questão de prioridade e somos limitados pela nossa própria imaginação estão sempre em minha mente, me motivando e me guiando na superação de todas as dificuldades.

Obrigado professora Soni e professor Juarez, meus primeiros dois Diretores.

Obrigado finalmente à minha família pelo suporte emocional.

Não há sucesso pleno sem sucesso na família.

Tenho me esforçado muito para ser um exemplo para meus filhos.

Assim como foi meu pai, que me ensinou desde cedo o valor da honra e da honestidade. Sua frase:  “O combinado não é caro e que temos que cumprir sempre nossa palavra”  tem sido minha inspiração.
 
Tenho certeza que D. Sueli, mãe da nossa Reitora prof. Maria Clara estará sempre em seu pensamento também.

Sua frase mais famosa: 

Quem carrega pedras porque quer, não se cansa…

É uma motivação a mais para toda equipe.  

Confio plenamente na competência técnica e política da nova Reitora prof. Maria Clara e também em sua equipe, para conduzir bem os rumos do IF-SC nos próximos anos.

Tenham sempre em mente que os estudantes são nossa razão de existir e que nosso trabalho é transformar vidas.

Não há trabalho mais gratificante como esse.

Prof. Maria Clara, seja feliz e faça os estudantes e servidores do IF-SC felizes.

Muito obrigado pela atenção.

Prof.Jesué Graciliano da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *