Aniversário do IF-SC

Publicado originalmente em 18 de setembro de 2011

O Brasil tem atraído cada vez mais investimentos por conta da iminência da realização da Copa do Mundo, dos Jogos Olímpicos e da expectativa gerada pelo aumento do volume de extração de petróleo (pré-sal).

O país precisa formar aproximadamente 3 milhões de técnicos,  tecnólogos e engenheiros das mais diversas áreas nos próximos 4 anos.

Por esse motivo o governo federal lançou o PRONATEC, que tem como objetivo ampliar a oferta de novas vagas na educação profissional por meio da consolidação da expansão da rede federal e da integração das redes públicas, privadas e do Sistema S.

Há 102 anos no dia 23 de setembro o então presidente da República, Nilo Peçanha, criou 19 Escolas de Aprendizes e Artífices que, mais tarde, deram origem às Escolas Técnicas Federais, Escolas Agrotécnicas Federais, aos Centros Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Cefets), UFTPR e aos atuais Institutos Federais.

As 19 escolas se multiplicaram. Até 2003 eram 154. Nos últimos 8 anos foram instalados mais 210 novos campi.

Até 2014 o objetivo é instalar mais 208 novos campi.  Uma parte são escolas já estão em fase adiantada de suas obras e outras deverão ser totalmente construídas.

O IF-SC também faz parte dessa grande história.

Passamos de 3 campi em 2005 para 12 campi em efetivo funcionamento em 2011. Um crescimento de 4 vezes. Além dos 12 campi já instalados (Florianópolis, São José, Jaraguá do Sul, Chapecó, Araranguá, Joinville, Continente, Canoinhas, Criciúma, São Miguel do Oeste, Gaspar e Lages), temos ainda os campi Itajaí e Palhoça em obras (funcionamento atualmente em sedes provisórias), Geraldo Werninghaus  e Xanxerê oriundos da federalização, Caçador e Urupema (funcionando em um bloco inicial) e Garopaba funcionando atualmente em prédio cedido pela prefeitura (obra iniciará em 2012). Para 2012 também há previsão de início das obras do campus avançado São Carlos e do campus Tubarão.

Com isso, em 2013, o IF-SC contará com 21 campi. Temos  agora o grande desafio de consolidar a expansão, integrar o ensino, a pesquisa e extensão e estender para todo estado a qualidade da formação profissional, que sempre marcou os campi mais antigos.

A educação transforma. A educação profissional transforma muito mais. Estamos contribuindo para o desenvolvimento do país.

Por isso, temos muito o que comemorar. Parabéns para todos os que fazem e fizeram parte desse sonho !

O Instituto Federal de Santa Catarina é fruto do trabalho de diversas gerações de servidores, que formaram milhares de cidadãos brasileiros. São 102 anos contribuindo para a transformação das vidas de milhares de brasileiros.

Prof. Jesué Graciliano da Silva

Os comentários estão encerrados.