Múltiplas Lideranças

Caros colegas e estudantes, nos últimos dias o país reviveu momentos de intensa mobilização popular, que me fizeram lembrar AS DIRETAS JÁ e o FORA COLLOR.

Avaliação do impacto das manifestações na melhoria da gestão pública:

http://eticaegestao.ifsc.edu.br/ideias-e-reflexoes/mobilizacao-popular-e-a-melhoria-da-gestao-publica/

Ainda é muito cedo para uma avaliação consistente do que está acontecendo, mas pela fala do ministro Gilberto Carvalho, trata-se de um movimento diferente onde não há uma liderança. O que existem são múltiplas lideranças. Todos são líderes.

Esse é um conceito interessante que temos insistido nas Oficinas de Gestão e Liderança e que espero seja uma tendência.

Vejam o que disse o Ministro Gilberto Carvalho:

“De fato, está difícil entender. Nós somos acostumados com mobilização com carro de som, com organização, com gente com quem negociar e liderança com quem negociar e poder fazer um tipo de acordo. Agora eles mesmo dizem ‘nós não temos uma liderança, são múltiplas lideranças, nós não temos carro de som’. Não tem um comando, um comando único, e portanto se  torna extremamente complexo o processo de compreensão ,de entendimento e de multiplicidade das manifestações internas”, afirmou o ministro.”

O que sabemos é que a população desaprova atos de violência por uma parcela pequena dos dos manifestantes e por parte da polícia. E a população está cansada de pagar tão caro por serviços públicos tão ineficientes. Sempre me pergunto por quê não podemos ter educação, saúde e segurança em níveis de primeiro mundo se somos a sexta economia do planeta. Podemos sim. Mas para isso é preciso que o nível de tolerância à corrupção seja reduzido.

Fazendo um trocadilho com a primavera árabe, quem sabe não seja esse nosso Outono Brasileiro.  Momento em que as pessoas estão dando um claro recado para todo o governo (executivo, judiciário e legislativo) de que estão cansadas da falta de ética, da ineficiência da gestão pública e da corrupção.

A imprensa internacional está dizendo que o país (o gigante adormecido) está acordando e que isso é um sinal de que nossa democracia está se tornando madura. Quem viver verá.

Os sábios chineses ensinaram que em toda crise há uma oportunidade.

Ética e Educação contra a corrupção. Sim, nós também podemos.

Atenciosamente,

Jesue Graciliano da Silva

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *