A importância da educação profissional para o desenvolvimento brasileiro

Caros colegas, o país tem investido muito na ampliação da oferta da educação profissional. São mais de 250 campus construídos nesses últimos 6 anos. Além disso estão sendo oferecidas milhões de vagas por meio do PRONATEC, que tem os institutos federais e o Sistema S como principais atores. Comparando com outros países o  Brasil ainda envia um percentual muito pequeno de seus jovens para o ensino profissionalizante.

Vejam a reportagem publicada no site: http://veja.abril.com.br/40anos/educacao/documento/ensino-tecnico/boas-praticas.html

Os países com boas escolas técnicas de nível superior são aqueles onde a população alcança os melhores índices de escolaridade. Numa comparação com 34 países, o Brasil envia menos jovens às escolas técnicas – e também tem a população menos instruída. O ranking:

1º FINLÂNDIA
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 82%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 12,4

2º ALEMANHA 
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 72%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 13,4

3º CORÉIA
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 65%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 11,7

4º SUÍÇA
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 65%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 11,5

5º ESTADOS UNIDOS
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 60%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 12,7

34º BRASIL
• PORCENTUAL DE JOVENS NO ENSINO TÉCNICO – 9%
• MÉDIA DE ANOS DE ESTUDO DA POPULAÇÃO – 6,1

Fonte: OCDE

Atenciosamente

Jesue Graciliano da Silva

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *